terça-feira, 9 de fevereiro de 2010

Mysterium Tremendum et Fascinans

“Todos nós nascemos como animais e vivemos a vida que os animais vivem: dormimos, comemos, reproduzimos e lutamos. Há, todavia, uma outra espécie de vida, que é desconhecida dos animais, aquela do assombro ante o mistério do ser, o mysterium tremendum et fascinans, que pode ser a raiz e o tronco do sentido espiritual da existência de cada um. Esse é o nascimento — o nascimento virginal — no âmago de uma vida espiritual propriamente humana.” (Joseph Campbell - Isto és Tu)

2 comentários:

Ricardo Kersting disse...

Oi Helena.

É verdade, até provem o contrário, somente o ser humano tem consciência da vida e seus mistérios.
Beijos..

Marliborges disse...

Olá, amiga.

Verdade. Só nós temos consciência de nossa existência como indivíduos. Mas acho que essa consciência está precisando de "suporte técnico". Veja porquê. Só nós podemos falar e nos defender quando nos sentimos ameaçados. Só nós podemos fazer valer nossos direitos. Só nós matamos por prazer e só nós exercitamos a crueldade com requintes contra os seres "inferiores" e indefesos. É. acho que nossa consciência perdeu a configuração. Não sei, acho.
Um abraço.